Consulte o PIS, PASEP, NIS e NIT 2018

Todo trabalhador tem direitos beneficiários do governo, tais como a aposentadoria, os auxílios e o abono salarial, que acontece uma vez ao ano para alguns casos específicos de trabalhadores.

Por exemplo, se você trabalha há mais de 5 anos com carteira assinada, se não ganha mais do que 2 salários mínimos por mês, se sua empresa emite o RAIS… Então, você pode ter o abono.

PIS, NIS, PASEP e NIT

Mas, para isso, precisará ter um número de identificação do PIS.

Já para quem é funcionário público há o PASEP.

Para os trabalhadores autônomos, há o NIT.

E assim por diante.

E você, sabe qual é a diferença entre o PIS, o NIS, o PASEP e o NIT?

Se não sabe, leia o texto agora mesmo!

O NIS

O CNIS (Cadastro Nacional de Informações Sociais) gera um Número de Identificação Social (o NIS).

Então, o NIS é esse número gerado pela Caixa Econômica Federal.

A inscrição é usada por todas as pessoas que tem direito à alguns benefícios sociais, tais como o Bolsa Família, a Pronatec, o ProJovem Trabalhador, entre outros.

Todas as pessoas que têm direito à benefícios tem o NIS.

O PIS

Já o PIS (Programa de Integração Social) é a garantia de que todos os empregadores de empresas privadas do Brasil vão pagar os direitos aos seus trabalhadores.

Ele é gerado no 1º empregado de cada trabalhador e é usado também para quem vai receber o abono salarial, o seguro-desemprego ou o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS).

Isso quer dizer que uma pessoa que tem o NIS e passa a trabalhar em alguma empresa também cria o PIS.

Em poucas palavras, o PIS é uma inscrição NIS com informações empregatícias.

Mas, ambos [NIS e PIS] não tem documentos que comprovem o cadastro.

O PASEP

O PASEP (Programa de Formação do Patrimônio do Servidor) é destinado aos funcionários públicos brasileiros.

Sendo que é registrado no cartão de CNPF (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica).

Ele é como o PIS, só que para funcionários públicos.

O NIT

O NIT (Número de Registro do Trabalhador) é usado por trabalhadores autônomos do Brasil.

Ele é equivalente ao PIS/PASEP, mas voltado ao contribuinte individual, facultativo, outros.

O NIT é obtido na Previdência Social, sendo que o INSS é o único direito a ele apresentado, que é recolhido pelo beneficiário.

O fato é que caso uma empresa venha a contratar um funcionário que possua o NIT, ela precisará fazer um cadastro no PIS, para recolher o FGTS.

Com informações do IG

Publicidade