Inscrições abertas para o concurso do TRT 2ª Região / SP

As oportunidades são para vários cargos, incluindo algumas de nível médio com remunerações de mais de 6,7 mil reais. Já para as áreas de nível superior, os salários sobem para mais de 11 mil reais.

O Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região (TRT 2) já está recebendo as inscrições de um dos concursos públicos mais aguardados do ano – ao todo são mais de 320 oportunidades para quem quer ter a segurança de ser um servidor público.

Confira as oportunidades disponibilizadas no edital.

concurso do TRT 2ª Região / SP

Vagas de nível médio para técnico judiciário:

  • Área administrativa,
  • Especialidade telefonia,
  • Especialidade em segurança,
  • Apoio especializado,
  • Especialidade em enfermagem,
  • Especialidade em tecnologia da informação.

Vagas de nível superior para analistas judiciários:

  • Especialidade Oficial da Justiça,
  • Avaliador Federal,
  • Especialidade contabilidade,
  • Especialidade arquivologia,
  • Estatística,
  • Medicina Psiquiatria,
  • Nutrição,
  • Psicologia,
  • Serviço social,
  • Tecnologia da informação,
  • História.

Agora, no tópico abaixo, saiba como se inscrever para concorrer ao concurso público da TRT 2.

As datas importantes para o concurso TRT 2

  • Pagamento da inscrição – até dia 21/05/2018,
  • A partir de 04/05/2018 – é possível conferir os dados cadastrados,
  • Encerramento das inscrições – 21/05/2018,
  • 22/01/2018 acontecem as provas na cidade de São Paulo/SP.

Prazo para se inscrever para a TRT 2

O prazo final é até o dia 21 de maio.

O valor para a inscrição é de 80 reais para os cargos de nível médio e 95 para superiores.

O TRT 2 atua em Guarulhos, Osasco, Baixada Santista e também na região do ABC, portanto, todas as vagas são para a região de São Paulo.

As provas serão objetivas e discursivas e vão acontecer no dia 22 de julho de 2018.

Das exigências para os cargos

Os cargos de nível médio exigem apenas o certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso do ensino médio (o antigo 2º grau).

Também vale usar o diploma de curso técnico equivalente, desde que expedido  por uma instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).

Dessa área, a maior parte das vagas (44) são para o cargo de técnico judiciário.

Já para as vagas de nível superior, obviamente, exige-se a formação acadêmica em áreas relacionadas.

Por exemplo, o cargo de Oficial de Justiça Avaliador Federal exige a graduação em direito em escolas reconhecidas pelo MEC.

Já a vaga de Especialidade em Enfermagem exige a graduação em enfermagem e com registro no Conselho Regional de Enfermagem, também.

Para esses cargos, as áreas que mais têm oportunidades são: de Oficial de Justiça, Judiciária e Área Administrativa.

Da redação

Publicidade