Vagas de emprego como Mestre Cervejeiro

O mestre cervejeiro é o responsável pelo desenvolvimento dos novos produtos, que incluem não apenas as receitas, mas também as fórmulas químicas da bebida.

Se você tem essas qualidades, saiba que há vagas disponíveis no Rio Grande do Sul e em Minas Gerais e a candidatura pode ser feita através do site da Catho.

O funcionário vai precisar coordenar o processo de produção e será o responsável pela qualidade da produção da bebida.

Além de analisar a preparação dos ingredientes como trigo, lúpulo e trigo. O que torna necessário a atenção no controle de qualidade e inovação do setor, sendo que uma graduação em áreas afins é indispensável.

Assim, cursos de especialização na área ou mestrado em cervejaria e malte são ótimos diferenciais.

O funcionário vai trabalhar em horário comercial, em ambos os casos, cumprindo uma carga horária de 44 horas semanais.

Sobre a profissão do Mestre Cervejeiro

“As pessoas acham o máximo quando descobrem que faço degustação de cerveja, mas fazer isso às 8 horas da manhã não é legal”, garante a engenheira de alimentos Bianca Franzini, que é gerente industrial e mestre cervejeira da Cervejaria Colorado.

Quanto a formação, Franzini diz que é muito importante ter conhecimentos em processos químicos porque isso vai facilitar o entendimento de todo o processo.

Sendo que, pessoas sem formações podem ter dificuldades em aprender técnicas para produzir uma boa cerveja por não saber se aquilo tem chances de dar certo.

“Quem estudou química entende”, ela diz.

Já quanto às funções, são as mesmas descritas nas vagas acima: “O mestre cervejeiro é o responsável pela qualidade de todos os processos que envolvem a produção da cerveja”, comenta.

A engenharia também comenta que a jornada de trabalho envolve muitas funções e, por isso, os salários são muito variáveis, sendo que a base é de 1,5 mil reais, dependendo da cervejaria. No entanto, ela afirma que com a experiência é possível receber um “salário” que ultrapasse os 4 dígitos.

“Tem que gostar de trabalhar com gente e precisa ser curioso, pois o mundo da cerveja é gigantesco”.

Por fim, vale voltar o assunto para falar da degustação, que apesar de não ser a única da função do mestre cervejeiro, faz parte do trabalho. Para o especialista Luciano Horn, a degustação é uma habilidade que precisa ser treinada.

“Para uma degustação, a gente não precisa tomar uma lata de cerveja. Muito pelo contrário. Tomo um ou dois goles”, finaliza Luciano.

Com informações da catho e vagas.com

Publicidade